Autobahn mata 3x menos que as rodovias dos EUA

O sistema germânico de auto-estradas é consagrado pela falta de limites de velocidade em 6,5 mil dos quase 13 mil quilômetros. E mesmo com veículos trafegando a velocidades altíssimas, o índice de acidentes fatais é 3x menor que nos EUA.

Entre os fatores responsáveis por isso, está a segurança dos carros alemães que já levam em conta a necessidade de se criar um carro com freios melhores, dirigibilidade mais acurada e mais resistentes a acidentes graves. Outro ponto de destaque para a segurança nas rodovias é que a licença para dirigir naquele país é mais difícil de se conseguir, envolve um grande preparo e um custo mais alto.

Autobahnen_in_Deutschland.svg-1
Sistema Autobahn: o coração da Alemanha

Também nota-se que a proibição de ultrapassagens pela direita é levada muito a sério na Alemanha, há fiscalização e pesadas multas tanto para quem ultrapassa pela direita quanto para quem bloqueia a passagem andando devagar na pista da esquerda.

Enquanto morrem 20 pessoas (abaixo de 24 anos) em acidentes em rodovias para cada 100mil hab nos Estados Unidos, no país europeu o número despenca para apenas 7. No Brasil, segundo estudo da OMS de 2010, a taxa também é de 20 pessoas a cada 100mil hab.

As autobahn são a prova que a velocidade não é responsável pela morte nas estradas. O que mata é asfalto mal feito e mal conservado, carros de baixíssima qualidade e motoristas destreinados e sem respeito para com as Leis de trânsito.

Por: Slonik RafaelEm: junho 8, 2013 | Em Educação  |
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *